Uma barriga e 3 corações

O baptismo com amor

junho 17, 2019


o dia. o dia em que celebrámos juntos o baptismo do nosso menino. estava tão nervosa! queria que tudo estivesse como planeado. pensei em cada pequeno pormenor. todos os pormenores. queria ser feliz e fazer feliz. o pequenino transbordava alegria e boa disposição como nunca lhe falta. estava lindo! lindo,

Pequeno terrorista

junho 03, 2019

ser mãe é descobrir que o nosso pequeno ser todos os dias tem uma novidade. uma nova birra, uma nova gracinha, um novo olhar, um novo sorriso e tudo isto é encantador. estranho? sim, até uma nova birra se torna engraçada quando ele chora apenas porque sim e as atenções têm de recair sobre ele. o meu pequeno adora ter a mãe apenas para ele. a toda a hora. todos os meus segundos são direcionados para ele (ou assim ele que que seja!). com um ano descobri que o meu filho é igual a tantos outros bebé e que também chora (risos!). ele já tem quereres e oh! se sabe dar a volta para que não ralhemos com ele. o riso é a sua arma mais forte não referindo a teimosia! faz asneira e ri a

Os preparativos do baptizado

maio 22, 2019





estou em falta convosco mas a correria tem sido muita. o que vos posso contar do baptizado que está quase, quase aí à porta? bem, em primeiro posso dizer que os convites foram feitos por mim. o tema escolhido (e fugindo um pouco do tradicional de anjos e anjinhos...) foi o mickey. porquê o mickey? talvez e muito porque a minha sogra costuma comprar várias peças de roupa do ratinho mais conhecido o que (confesso!) até acho uma certa piada. comprei os materiais: papel eva em preto, vermelho e amarelo, cola, impressão e estão feitos os vários convites. adorei fazê-los e deixar parte de mim e do meu amor naqueles convites! era algo que fazia questão que assim fosse.  depois, a escolha do restaurante. com sorte e em desabafo com uma amiga, conheci um restaurante (muito) acolhedor e familiar. tal como queria. a senhora super amável e dedicada. eu e o marido escolhemos a

A mãe é que sabe!

maio 08, 2019


sou mãe há precisamente 14 meses, bolas como o tempo voa! um certo dia, ainda eu era apenas madrinha de primeira viagem, ousei em oferecer uma batatinha frita à bebé e eis que a mãe me ia matando. não entendi muito bem a reação, confesso. não era mãe e estava longe ainda de o ser.
pensei para comigo que foi uma atitude apenas exagerada pois ofereci com boa vontade mas... devia ter perguntado se podia, certo! não pensei! hoje sou mãe. mas que raio de ideia as pessoas têm em querer dar tudo às crianças, bebés, inclusive, sem perguntar se podem ou não dar?! respiro fundo